Cárie dentária

SAÚDE
A cárie dentária é a doença crónica infantil mais comum. Capaz de destruir os dentes, é produzida por uma série de bactérias que vivem na nossa boca.
Por Soraia Oliveira, médica dentisata

Porque existe a cárie dentária? 

As lesões de cárie são o resultado de uma confluência de fatores, principalmente as bactérias que produzem ácido, a suscetibilidade dos dentes, os hidratos de carbono fermentados (doces, leite achocolatado…), o tempo (frequência que os dentes estão expostos aos ácidos) e a qualidade da higiene oral. Todos os estes fatores proporcionam elevado risco para a propagação bacteriana e aparecimento de lesões de cárie dentária.
 
Os açúcares ingeridos pelos mais pequenos e que ficam na boca sem a devida higiene oral provocam a descida do pH da boca. Este fenómeno favorece o ataque das bactérias ao dente, ocorrendo assim a desmineralização e o aparecimento de uma cavidade no dente
 

Como reconhecer a cárie dentária?

As cáries devem ser diagnosticadas, no caso das crianças, pelo médico dentista mediante as consultas periódicas indicadas aos pais das crianças. Estas consultas são marcadas consoante o risco de cárie dentária e nunca devem exceder um intervalo de tempo superior a seis meses.É importante conhecer o primeiro sinal de aparecimento de cárie dentária que é uma mudança de cor no dente, a zona cariada do dente apresenta-se num tom branco mais opaco. Numa fase mais avançada, observamos uma borda amarelada, castanha ou preta em redor da zona cariada e só na fase seguinte existe uma cavidade no dente.
 
A fase de cavidade é a mais visível e em que normalmente os pais observam a cárie no dente criança. Consideramos essa fase já bastante avançada, dado que já existe perda de esmalte dentário ficando rompido. É importante compreender que quando os pais dizem “o meu filho tem um dente furado”,  já foi ultrapassado um período de tempo precioso.

Artigos Relacionados

Que tosse é esta?

A tosse é um sintoma muito frequente que incomoda a criança e preocupa os pais. Durante os meses de outono e inverno, é mesmo o principal motivo pelo qual os pais levam os filhos ao pediatra.

Como recuperar a forma

Durante a gravidez é normal um aumento de peso de 12 quilos. Depois do bebé nascer, como é que o corpo volta ao que era?

As vacinas do 1.º mês

O seu recém-nascido deve levar as vacinas aconselhadas pelo Programa Nacional de Vacinação. Saiba quais.

Últimos Artigos para

Será um bom pai?

O que se passa quando aquele homem assertivo e de ideias claras, que admirámos durante o namoro, se mostra um pai autoritário... como o nosso?

As crianças populares

As crianças populares são conhecidas, admiradas e queridas por muitos. Estudos concluem que serão adultos mais saudáveis e com mais sucesso profissional. Mas afinal, o que têm de tão especial?

Tias & companhia

Não têm a responsabilidade dos pais, nem o estatuto dos avós. Elas são irmãs mais velhas, companheiras de brincadeiras, motoristas, professoras, deseducadoras, baby-sitters, modelos e confidentes. São “as tias”.

• Canhoto, mas sem complexos
• Sono sobressaltado
• Festas de aniversário